Monitoramento de Alarmes


Monitoramento de alarmes consiste no acompanhamento eletrônico dos eventos de um sistema de segurança contratado pelo cliente, incluem-se alarmes, cercas elétricas, câmeras de segurança, etc avaliando e controlando dados fornecidos pelos equipamentos.No caso do monitoramento de alarmes, esta atividade envolve essencialmente coleta, análise e avaliação desses eventos.
Os eventos são gerados no cliente através dos sistemas integrado contendo basicamente: sensores, central de alarme, teclado, bateria, sirenes, receptor e transmissores. A medida que o usuário usufrui do sistema este gera “eventos” à central de monitoramento, que acompanha eletronicamente para que o cliente possa ficar tranquilo ao ativá-lo.
Monitoramento de alarmes é o serviço mais utilizado no mundo para exercer funções que trazem segurança ao cliente. Trata-se de conectar o sistema de alarmes do local monitorado com a Central de Monitoramento, mantendo-nos informados de todos os sinais.
A comunicação do monitoramento ocorre através de linhas telefônicas, sinal de telemetria e radiofrequência. Sistemas opcionais e a disposição dos clientes.
O sistema ao ser ativado gera eventos enviados por linha telefônica da qual são transmitidas a “central de monitoramento”, primeiramente pelo sistema “online” e como segunda opção de comunicação via telemetria ou sistema GPRS (General Packet Radio Control). Este sistema permite que a sistema de segurança do cliente comunique com a nossa Central e continue recebendo sinais através de chip celular de uma operadora, mesmo com um possível corte de linha.

CENTRAL DE MONITORAMENTO 24H


A central de monitoramento 24hé um local dotado de equipamentos de última geração, totalmente informatizada e operada por profissionais treinados. Os sinais chegam de forma ininterrupta de vários clientes em uma “reciver” receptora dotada de várias linhas telefônicas, que as envia ao software sigma de monitoramento. Funciona 24 horas por dia (monitoramento 24h) e recebe todas as informações das atividades dos alarmes, tais como: ativação e desativação pelo usuário e os disparos provenientes dos diversos sensores, teste periódico, bateria baixa, queda de energia,etc).
Todos os eventos são registrados na central de alarme. As atividades do sistema de alarme no cliente chegam na “reciver” (receptora) e são decodificadas no software sigma, transferindo esses eventos ao funcionário que acompanha em tempo real essas informações:
  • Ligado;
  • Desligado;
  • Desligado fora de hora;
  • Setor x isolado;
  • Disparo do setor x;
  • Bateria descarregada;
  • Queda de AC – energia;
  • Central sem comunicação;
  • Cerca elétrica ativada;
  • Cerca elétrica desativada;
  • Etc...
OBS: Deixamos claro que as programações desses eventos estão condicionadas ao tipo de equipamento adquirido pelo cliente; a forma de monitoramento exigida e as limitações de cada particularidade de um sistema de segurança instalado.
Ao receber uma informação de disparo de alarme, a Central de Alarme imediatamente executa as ações de protocolo acordado entre as partes, necessárias para averiguação do motivo do disparo ou de outro evento,enviando equipe ao endereço do cliente e/ou comunicando o fato aos órgãos públicos competentes, quando for o caso, em situação real.
Segurança e tranquilidade é uma preocupação constante na atualidade e em todos os setores:
  • Residencias;
  • Condomínios;
  • Empresas;
  • Industria;
  • Comércio;
  • Setor Público;
  • Shopping centers;
Os equipamentos de segurança instalados no local são interligados à Central de Monitoramento da ALERTA PREVENÇÃO, com equipes de pronto atendimento e acompanhamento eletrônico para a cidade de Campo Grande – MS e região.
Em poucos segundos um sinal é enviado a Central de Monitoramento e, imediatamente, é acionada a equipe de monitores (agentes táticos) mais próxima da ocorrência. Simultaneamente, é realizada uma verificação via telefone para a confirmação de dados através da senha e contrassenha.

UNIDADES DE MONITORES – AGENTES TÁTICOS


São equipes em carros e motos para deslocamentos e atendimento aos disparos de alarme, distribuídos em locais estratégicos da cidade. Conduzidos por profissionais especializados para verificação de ocorrência em endereços protegidos, quando acionados pela Central de Monitoramento.
O serviço de monitoramento, executado na "Central de Operações" funciona 24hs ininterruptamente. Dispomos do melhor software de monitoramento do Brasil (SIGMA – Sistema Múltiplo de Gerenciamento de Alarmes) adotado pelas melhores e maiores empresas de segurança eletrônica do Brasil.
Para funcionamento da central de monitoramento as empresas devem cumprir o legislação Estadual: DECRETO Nº 12.512, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2008
Em caso de pane no fornecimento da rede elétrica, todas as empresas de monitoramento devem ser dotadas de"No-Breaks" (baterias de longa duração) ou geradores de energia, que dará autonomia de funcionamento. Evitando que o cliente fique desamparado em caso de falta de energia na empresa.
Projeto de segurança eletrônica - PSE
Cada local a ser protegido tem suas necessidades específicas em segurança e para cada situação existe uma aplicação que vai solucionar essa necessidade, ouvido as necessidades do cliente.
Esse projeto contempla o "Plano de Segurança" que é o estudo da vulnerabilidade do local, observando cada ponto possível de haver uma invasão e verifica as soluções para cada ambiente.
Exemplos:
  1. Residência: Vulnerabilidades: altura do muro; portas de salas e cozinhas; janelas de quartos, etc...
  2. Comércio: caixas de ar condicionado, gradil frágil, portas de enrolar; janelas sem proteção, etc...
  3. Indústrias:grandes espaços , depósitos; cercas teladas; presença de cofres; excesso de pessoas, etc...
  4. OBS: Cada caso ainda tem as vulnerabilidades e riscos específicos.


Instalação dos equipamentos


Após essa análise no local, o levantamento é levado ao conhecimento do interessado, que passa a ser um possível“cliente monitorado”. Da análise o resultado é acordado entre as partes, normalmente o que a empresa oferece como ideal o cliente vê como exagero, logo o consenso vai moldando para a finalização do negocio, em atender desde o básico até o mais avançado sistema de segurança.
Os equipamentos são instalados de forma estratégicos a fim de detectar a intrusão e enviar sinal a central de monitoramento.

Central – ação do monitor interno:


O monitor interno é o funcionário que permanece dentro da sala de operações recebendo todos os eventos das centrais de alarme instalados nos diversos clientes. No sistema cada cliente recebe um numero de conta e uma página especifica com as particularidades de como quer ser atendido pelas equipes.
Recebido um evento o funcionário“monitor interno” receberá esses dados na tela do computador e as informações do que fazer em cada caso e tomará providências para tratar cada evento. Exemplo: “evento de disparo de alarme setor 5 – cozinha” . Procedimento de deslocar equipe com monitor Tático para averiguação no local. Durante o deslocamento do tático, o monitor interno liga para o usuário e se certifica de que foi um alarme acidental, solicitando senha verba para se certificar do disparo falso.

Central – ação do monitor externo: Tático Apoio.


São equipes volantes em motos ou carros para o atendimento em casos de disparo de alarme e tem a finalidade de verificar a veracidade do sinal do alarme recebido na central de monitoramento, antes de se comunicar à polícia.
A equipeenviada ao local tem a função de apoio ao monitor na central, uma vez que este fica no controle de outros sinais de alarme. Essa ação tática tem função meramente de técnico do alarme com caráter informativo, através da verificação visual externa do local, verificando porta, janelas e outros locais vulneráveis em especial o local que gerou o sinal constatando ou não se ocorreu um arrombamento ou violação do local.
Deixamos claro que o serviço não é de policia e que as empresas são proibidas legalmente de agir como tal. Essa responsabilidade de combate a criminalidade são das Policias.
A equipe realiza a vistoria conforme acordado entre as partes e se houver vestígios de violação comunica ao cliente, aguardando-o no local. E informa a central de monitoramento para acionar a policia militar através do telefone 190.