Cercas Elétricas


OBJETIVO:
Atenuar, reduzir e repelir uma possível invasão pelos muros da propriedade.

CARACTEIRISTICAS:
Proporciona choque em alta voltagem, porém, não é nociva ao ser humano, devido a sua baixa amperagem, seu choque é pulsativo evitando continuidade da descarga elétrica. O contato com o corpo humano é de extremo desagrado.
Ocorre que a voltagem é altíssima, em média de 8000 Volts e é acionada mediante fuga de corrente funcionando através de pulsos elétricos (intervalo mínimo de um segundo entre cada descarga elétrica), e sua amperagem é próxima à zero, não ocasionando, assim, mal a saúde. O alarme dispara em duas situações:

  • Rompimento dos fios de aço;
  • Aterramento dos fios de aço.
Quando instalada dentro das normas, por empresa legalizada e com responsável técnico (ART), seguindo as orientações do fabricante o choque elétrico recebido pelo agressor, não o leva a morte e muito menos a lesões.
É uma forma de proteção bastante eficiente. O choque afugenta o intruso sem causar maiores danos e, se os fios forem cortados, o alarme será acionado.

DISPAROS EM FALSO

Podem ocorrer pelos seguintes motivos:
  • Forte chuva que provoque aterramento da fiação com o muro;
  • Rompimento dos fios provocado por pássaros, morcegos, etc;
  • Ressecamento dos isoladores (tempo) que provoca fuga de energia;
  • Má conservação do sistema por parte do usuário;
  • Falta de haste aterramento no solo;
  • Central incompatível com as distâncias da fiação;
  • Presença de pequenos animais que transpõem a cerca (gatos, ratos, gambá, etc);
  • Defeito em componentes ( ex. bobina, fusível, etc.);
  • Contato com vegetações (galhos, arvores, plantas, etc.);

FORMAS DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO:

Cercas Elétricas Monitoradas: Permitem integração com uma central de alarme, agregando ao sistema de segurança do local a proteger. Forma uma proteção periférica em cima do muro, por fios de aço, proporcionando choque elétrico. Geram eventos a central de monitoramento, como disparos, queda de energia, bateria descarregada, etc.
Cercas não Monitoradas: Instaladas no ambiente, forma uma proteção periférica em cima do muro, por fios de aço, proporcionando choque elétrico. porém todo acompanhamento e gestão ocorre por iniciativa do usuário. .

CONSIDERAÇÕES GERAIS

  • Deverá atender as leis Estaduais e principalmente a Lei Municipal;
  • Todo serviço deverá apresentar uma ART – Anotação de Responsável Técnico;
  • A cerca não pode ter contato com vegetação (plantas, galhos, folhas, etc.);
  • Instalar com os isoladores do lado externo e fixação no muro do cliente;
  • Não deve transpor o muro do vizinho;
  • Altura mínima do muro 1,80 m;
  • Cerca obrigatoriamente deverá ser pulsativa;